top of page

Entenda a tecnologia por trás de todo e qualquer produto eletrônico: PCB's / PCI's

Atualizado: 19 de abr.

Os produtos eletrônicos se tornaram uma parte essencial da vida moderna. De smartphones e computadores a carros e aeronaves, os produtos eletrônicos são onipresentes e dependem de circuitos eletrônicos complexos para funcionar. Um componente indispensável para o funcionamento destes circuitos é a placa de circuito impresso (PCB / PCI).


Neste post, discutiremos a tecnologia que opera por trás das placas de circuito impresso e seu papel nos produtos eletrônicos:

  1. O que é uma placa de circuito impresso (PCB / PCI)?

  2. A tecnologia por trás das placas de circuito impresso

  3. O papel das placas de circuito impresso em produtos eletrônicos

  4. Exemplos de aplicação das placas eletrônicas

  5. Conclusão


A tecnologia por trás de todo e qualquer produto eletrônico: PCB's / PCI's.
A tecnologia por trás de todo e qualquer produto eletrônico: PCB's / PCI's.

O que é uma placa de circuito impresso (PCB / PCI)?


Uma PCB é uma placa feita de material isolante, como fibra de vidro, fenolite e outros materiais plásticos, com trilhas condutoras gravadas em sua superfície. Estas trilhas conectam os componentes eletrônicos montados na placa, tais como resistências, capacitores e circuitos integrados. As placas de circuito impresso podem ter várias camadas, o que permite a construção de circuitos mais complexos.


A tecnologia por trás das placas de circuito impresso


A tecnologia por trás das PCBs é baseada no uso de trilhas condutoras, que normalmente são feitas de cobre. As trilhas são gravadas na superfície da placa usando um processo chamado fotolitografia. Este processo envolve o revestimento da superfície da placa com um material fotossensível e depois a exposição à luz UV através de uma máscara que define o padrão do circuito.


As áreas expostas à luz UV tornam-se duras, enquanto as áreas não expostas permanecem macias. A placa é então lavada em uma solução que dissolve o material macio, deixando apenas as trilhas de cobre endurecidas.


As placas de circuito impresso podem ser feitas com uma camada (face), duas camadas (dupla face) ou mesmo, de várias camadas (multicamadas). As PCBs de uma camada têm os componentes montados apenas em um lado da placa.


As PCBs de dupla face têm os componentes montados em ambos os lados da placa, com as trilhas se conectando entre si. As placas de circuito impresso multicamadas têm várias camadas de trilhas condutoras encravadas entre camadas de material isolante.


A tecnologia por trás das PCBs é baseada no uso de trilhas condutoras, que normalmente são feitas de cobre. As trilhas são gravadas na superfície da placa usando um processo chamado fotolitografia.
A tecnologia por trás das PCBs é baseada no uso de trilhas condutoras, que normalmente são feitas de cobre. As trilhas são gravadas na superfície da placa usando um processo chamado fotolitografia.

O papel das placas de circuito impresso em produtos eletrônicos


As PCBs desempenham um papel fundamental nos produtos eletrônicos, fornecendo uma plataforma confiável para a montagem e interconexão de componentes eletrônicos. Elas permitem a miniaturização de circuitos, reduzindo o tamanho e o peso dos dispositivos eletrônicos. As PCBs também permitem a montagem e testes automatizados de produtos eletrônicos, reduzindo os custos de produção e aumentando a eficiência do processo produtivo.


As PCBs são essenciais inclusive, para reduzir o tamanho e a complexidade dos dispositivos eletrônicos, ao mesmo tempo em que melhoram sua confiabilidade e desempenho. Elas proporcionam uma forma compacta de organizar os componentes eletrônicos, reduzindo a quantidade de espaço necessário e permitindo que o produto funcione de forma mais eficiente. Além disso, as PCBs são mais confiáveis que outros métodos de fiação, pois reduzem a chance de trilhas soltas ou curto circuitos.


Conheça alguns dos muitos exemplos de aplicação das placas eletrônicas:


No cotidiano:


  1. Smartphones: para conectar os vários componentes, incluindo a CPU, a memória e os sensores;

  2. Computadores: para conectar a placa mãe aos vários componentes, tais como o processador, RAM e placa gráfica;

  3. Televisores: para conectar a fonte de alimentação, processamento de áudio e vídeo, e componentes de exibição;

  4. Aparelhos domésticos: para controlar as diversas funções em aparelhos domésticos, como geladeiras, máquinas de lavar e ar condicionado;

  5. Eletroeletrônicos automotivos: na eletrônica automotiva, em unidades de controle do motor, controle eletrônico de estabilidade e sistemas de informação e entretenimento;

  6. Câmeras digitais: para conectar sensores de imagem, controle de lentes e componentes de processamento de imagem;

  7. Consoles de jogos: para conectar o processador, a memória e as unidades de processamento gráfico.


Na indústria:


  1. Equipamento médico: para conectar vários componentes e sensores em equipamentos médicos como monitores de pacientes, máquinas de raio X, scanners de tomografia computadorizada e máquinas de ressonância magnética;

  2. Sistemas de Controle Industrial: para controlar a operação de máquinas e processos de fabricação em sistemas de controle industrial, tais como controladores lógicos programáveis (CLPs), inversores de frequência e sensores;

  3. Eletrônica Aeroespacial e de Defesa: para garantir comunicação confiável e transferência de dados na eletrônica aeroespacial e de defesa, tais como controle de aeronaves, sistemas de radar e sistemas de orientação de mísseis;

  4. Equipamentos de Telecomunicações: para conectar vários componentes e permitir a transferência de dados em equipamentos de telecomunicações como estações base, roteadores e interruptores;

  5. Iluminação LED: para controlar o fornecimento de energia e regular o fluxo de eletricidade para os chips LED.


Conclusão

As PCBs são um componente fundamental em produtos eletrônicos, fornecendo uma plataforma confiável para a montagem e interconexão de componentes eletrônicos.
As PCBs são um componente fundamental em produtos eletrônicos, fornecendo uma plataforma confiável para a montagem e interconexão de componentes eletrônicos.

Podemos concluir que as PCBs são um componente fundamental em produtos eletrônicos, fornecendo uma plataforma confiável para a montagem e interconexão de componentes eletrônicos. A tecnologia por trás das PCBs é baseada no uso de trilhas condutoras, que são gravadas na superfície da placa usando o processo de fotolitografia.


As placas de circuito impresso podem ser de uma face, duas faces ou multicamadas, permitindo a criação de circuitos complexos em dispositivos eletrônicos. Ao entender a tecnologia por trás das PCBs, podemos desenvolver produtos eletrônicos que sejam confiáveis, eficientes e econômicos.


Quer saber mais sobre Placas Eletrônicas e suas aplicações? Acesse já o nosso site:


https://www.engenhariahibrida.com.br/


bottom of page